Passear com o cão exige cuidados especiais


passear-cao-cuidados-especiais1Cães adoram passear, mas o excesso de exercício físico expõe os animais com pouco preparo a uma série de lesões, problemas de coluna e até alterações cardíacas ou respiratórias.

Para que a prática de exercícios seja segura para os cães, a veterinária do Hospital Veterinário Pet Center Marginal, Andréia Lordelo Uesugui, explica que é importante ir aos poucos e tomar alguns cuidados com os animais.

“Para correr ou apenas caminhar com os cães, o melhor é sempre escolher horários menos ensolarados do dia. Diferentemente de nós, eles não possuem glândulas sudoríparas e não suam. Por isso, cães de todos os tipos sempre ficam exaustos e ofegantes, depois de ficar muito tempo embaixo do sol”, afirma a especialista. “Além disso, os animais podem ter queimaduras nas patas por causa do asfalto quente. ”

Cuidados com os cães idosos e sedentários 

Idosos
Cães com idade a partir dos sete anos precisam de muitos cuidados. Animais idosos costumam ter alterações cardíacas e graus elevados de problemas de coluna e articulares, como a displasia coxo-femoral. “Os exercícios físicos são importantes para a saúde de cães de todas as idades, porém, quando ficam idosos, o recomendado é que os seus donos diminuam o ritmo de corridas ou caminhadas e encurtem a distância dos trajetos a serem percorridos, à medida que os animais forem se cansando”, afirma a veterinária

Obesos e sedentários
Animais obesos e sedentários precisam de atividade física para perder peso, mas também correm risco de sofrer com problemas cardiovasculares, além de estarem mais propensos a sofrer distensões musculares e lesões ligamentares. Por isso, o exercício deve ser mais lento e conforme entrarem em forma, os donos podem intensificar o ritmo.

Dicas para fazer um passeio seguro
- Antes de sair de casa, é importante que você e o cão bebam bastante água, mas um pouquinho de cada vez. Beber muita água de uma vez só pode desencadear torções gástricas nos animais, principalmente nos de grande porte.

- Conduza o cão sempre do lado esquerdo e não deixe que ele te arraste. Isso dá mais ritmo à caminhada e evita que você fique com a postura torta.

- Guias extensoras são boas opções para animais que já estão acostumados a acompanhar o dono. Elas permitem maior mobilidade.

- Respeite o momento do cão durante o passeio, por este é o momento de lazer dele. Dar trancos na coleira quando ele parar para cheirar alguma coisa é o mesmo que alguém arrastá-la enquanto olha vitrines no shopping.

- Interrompa a caminhada toda vez que o cão demonstrar cansaço. Deixe-o descansar e ofereça água. Procure um veterinário, caso ele se canse muito depressa.

- No final do passeio, dê sempre um biscoitinho ou um brinquedo ao cão como sinal de recompensa. Isso vai ajudá-lo a ser mais obediente, já que aprenderá a esperar por um “prêmio”.

Fonte: Pet - Bolsa de Mulher